Administração, Conselhos e Comitês

A AES Tietê Energia é administrada por um Conselho de Administração, responsável pelo planejamento e pelas questões estratégicas da empresa. De acordo com o Estatuto Social, o Conselho de Administração é composto por no mínimo cinco membros e no máximo onze membros efetivos e seus respectivos suplentes. Atualmente, o Conselho de Administração é formado por dezoito membros, sendo dez efetivos e oito suplentes.

Nome Cargo Data de Eleição Data de Posse Prazo de mandato Foi eleito pelo controlador
Arminio Francisco Borjas Herrera Conselheiro Suplente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Berned Raymond da Santos Ávila Conselheiro Efetivo 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Charles Lenzi Conselheiro Efetivo 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Denise Duarte Damiani Conselheira Efetiva (Membro Independente*) 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Daniel de Sousa Melo Conselheiro Suplente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Não
Fellipe Agostini Silva Conselheiro Efetivo 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Não
Francisco Jose Morandi Lopez Conselheiro Efetivo 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Franklin Lee Feder Conselheiro Efetivo 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Julian Jose Nebreda Marquez Presidente do Conselho de Administração 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Kleber Jansen Costa Conselheiro Suplente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Krista Sweigart Conselheira Efetiva 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Leonardo Eleutério Moreno Conselheiro Efetivo 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Marcelo Daniel Aicardi Conselheiro Suplente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Maria Paz Teresa Cerda Herreros Conselheira Suplente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Matthew Theodore Olive Conselheiro Suplente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Ricardo Bull Silvarinho Conselheiro Suplente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Roberto Oliveira de Lima Conselheiro Efetivo (Membro Independente*) 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Não
Susan Pasley Keppelman Harcourt Conselheira Efetiva 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim
Vicente Javier Giorgio Conselheiro Suplente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO de 2022 Sim

* Para fins de governança corporativa, considerar-se-á Independente o conselheiro que: (i) não mantiver qualquer vínculo com a Companhia além de participação em seu capital social; (ii) não for Acionista Controlador, seu cônjuge ou parente até segundo grau, ou não possuir ou tiver possuído vínculo com o Acionista Controlador nos últimos 3(três) anos, por meio de sociedade ou entidade relacionada, salvo nos casos de instituições públicas de ensino e/ou pesquisa; (iii) não tiver sido empregado ou diretor da Companhia, do Acionista Controlador ou de sociedade controlada pela Companhia nos últimos 3 (três) anos; (iv) não for prestador de serviços e/ou fornecedor ou comprador de produtos da Companhia, direta ou indiretamente, em proporção que caracterize relação de dependência; (v) não for vinculado à sociedade ou entidade prestadora ou que demande serviços e/ou produtos à Companhia, na qualidade de funcionário ou administrador, em proporção que caracterize relação de dependência; (vi) não for cônjuge ou parente até segundo grau de administrador da Companhia; e (vii) seja remunerado pela Companhia apenas em virtude do cargo de conselheiro, excluídos valores recebidos por conta de participação no capital social da Companhia. É ainda considerado independente o conselheiro que for eleito mediante faculdade prevista pelo art. 141, §§ 4° e 5º ou pelo art. 239 da Lei das Sociedades por Ações, os quais contemplam quoruns e formas para eleição de membros do conselho pelos acionistas minoritários. (Fonte: B3)

**AGO = Assembleia Geral Ordinária

Armínio Herrera é Diretor Jurídico Regional do grupo AES para a América Latina, responsável por Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, República Dominicana, El Salvador, Panamá, além de México, América Central e Caribe; e foi membro efetivo e presidente do Conselho de Administração da AES Tietê S.A. (companhia aberta). O Sr. Herrera é presidente da Gener S.A. (companhia aberta no Chile), cuja principal atividade é a atuação no setor de energia elétrica, AES Panamá S.A. (companhia aberta no Panamá), cuja principal atividade é a atuação no setor de energia elétrica, Alumbrado Electrica de San Salvador, S.A. de C.V. (companhia aberta atuante no setor de distribuição e comercialização de energia elétrica), Empresa Electrica de Oriente, S.A. (companhia aberta atuante no setor de distribuição e comercialização de energia elétrica) e C.A. Ron Santa Teresa (companhia aberta atuante no setor de produção, engarrafamento e distribuição de bebidas alcoólicas); e (iii) membro efetivo e presidente do Conselho de Administração da AES Elpa S.A. desde abril de 2013. O Sr. Herrera não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Berned Raymod Da Santos Ávila é membro efetivo do conselho de administração da Companhia desde janeiro de 2016. É bacharel Cum Laude em Administração de Empresas e Administração Pública pela Universidad José Maria Vargas, com pós-graduação Cum Laude em Gerência de Negócios e em Finanças, MBA Cum Laude pela Universidad José Maria Vargas e concluiu o Programa Avançado no Instituto de Estudios Superiores y de Administración (IESA) em Caracas, bem como o Programa de Liderança da AES na Darden School. Atualmente é: (i) Diretor Vice-Presidente Financeiro do grupo AES na América Latina e África desde julho de 2005; (ii) Diretor Executivo de Finanças da AES Global Utility, desde outubro de 2011;(iii) Presidente do conselho de administração da AES Uruguaiana Empreendimentos S.A.; e (iv) membro do conselho de administração das empresas Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A., AES Tietê Energia S.A., AES Gener S.A. (companhia aberta), Companhia de Alumbrado Electrico de San Salvador (CAESS), Empresa Electrica de Oriente (EEO), Companhia de Alumbrado Electrico de Santa Ana, Eletricidad de La Plata (EDELAP), AES Chivor & Cia S.C.A. E.S.P. (companhia aberta), AES Sonel e Dayton Power & Ligth, companhias cuja principal atividade é a atuação no setor de energia elétrica. Possui 25 anos de experiência em finanças corporativas internacionais no setor de serviços de geração, transmissão e distribuição na América Latina e, recentemente, na África. Além dessas, também exerceu a posição de: (i) Diretor Financeiro e Controller na Venezuela, El Salvador e Colômbia, de maio de 2000 a junho de 2005; e (ii) membro suplente do conselho de administração da Companhia de abril de 2009 a abril de 2015. Berned Ávila não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Charles Lenzi é o atual Presidente Executivo da ABRAGEL – Associação Brasileira de Geração de Energia Limpa. É graduado em engenharia elétrica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS em 1981, com especialização em Automação Industrial pela UNICAMP em 1987 e mestrado em Administração de Empresas pela PUCRS em 2015. Possui MBA em Finanças pela Universidade de Caxias do Sul (1998) e em Planejamento Estratégico e Gestão de Negócios pela Fundação Getúlio Vargas (1999). Participou do Global Executive Leadership Retreat da Georgetown University em 2017 e do Leardership Development Program da Darden Business School na Universidade de Virgínia em 2006. Em 2007 participou do Programa de Gestão Avançada – PGA da Fundação Dom Cabral-INSEAD. Em 2016 cursou a formação para Conselheiros de Administração do IBGC. Nos últimos anos Charles atuou como Diretor Presidente da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. (companhia aberta atuante no setor elétrico) de abril/2016 a dezembro/2018 e Diretor Vice-Presidente da AES Tietê Energia S.A. (companhia aberta atuante no setor elétrico) de abril/2016 a novembro/17. Adicionalmente, Charles atuou como Diretor Executivo do Grupo Stefani (de 2008 a 2010) e entre 1998 e 2008 ocupou diversas posições no Grupo AES no Brasil na Índia e na Venezuela. Charles Lenzi não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Denise Damiani é engenheira de sistemas graduada pela Universidade de São Paulo em 1982, possui mestrado em administração de empresas (MBA Executive Program) pela Harvand Business School e pelo International Institute for Management Development (IMD), em 1996 e 2007, respectivamente, com pós-doutorado em Biologia Cultural pelo Instituto Matriztico Chile. Desde 2000 vem atuando como conselheira de administração em empresas como ITAU S.A., Accenture, Bain&Co, Brasilata, Química Amparo, Educando Worldfund, Premix. Em posições executivas exerceu as seguintes funções: (i) sócia da Accenture de 1996 a 2010; (ii) vice-presidente estatutária da Itautec S/A de 2010 a 2011; e (iii) sócia da Bain &Co de 2012 a 2015. Atuou também como como CDO (chief diversity officer) da Accenture e como membro dos comitês de estratégia e inovação das empresas Accenture, Bain&Co, Química Amparo e Brasilata. É fundadora e diretora estatutária da ONG Mulheres do Brasil e atua também como professora convidada no curso de empreendedorismo da Universidade de São Paulo. Denise Duarte Damiani não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Daniel de Sousa Melo é Engenheiro Eletricista graduado pela Universidade Paulista – Bauru/SP em 2016 com especialização/mestrado/etc pela Instituição de Ensino em ano. É Coordenador de Gestão de Facilities da AES Tietê Energia S.A. companhia aberta atuante no setor de geração de energia elétrica desde 12/2018. Nos últimos 5 anos além desta exerceu as seguintes funções: Coordenador de Usinas na AES Tietê Energia S.A., companhia aberta atuante no setor de geração de energia elétrica desde 08/17; e Técnico de Planejamento Eletroenergético na AES Tietê Energia S.A., companhia aberta atuante no setor de geração de energia elétrica desde 08/2011. Daniel de Sousa Melo não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Francisco Jose Morandi Lopez é membro efetivo do conselho de administração da Companhia desde janeiro de 2016. Foi membro suplente do conselho de administração da Companhia Brasiliana de Energia de abril de 2009 a dezembro de 2015. É bacharel em Engenharia Civil, com Pós-Graduação em Finanças Corporativas e Mestrado em Administração de Empresas pela Universidade Metropolitana, em Caracas, Venezuela. Atualmente é: (i) membro do conselho de administração da AES Elpa S.A, da AES Eletropaulo e Brasiliana Participações (todas companhias abertas cuja principal atividade é a atuação no setor elétrico). Nos últimos cinco anos, além destas, exerceu as seguintes funções: (i) Diretor Vice-Presidente e de Relações com Investidores da Companhia e da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. (“AES Eletropaulo”), companhia aberta, de dezembro de 2014 a setembro de 2017; (ii) Diretor Geral para America Latina e África, de agosto de 2010 a setembro de 2011; (iii) Diretor Assessor do Presidente Regional da AES Corporation para América Latina e África, de dezembro de 2008 a julho de 2010; (iv) Diretor Vice-Presidente de Implementação de Estratégia da The AES Corporation de maio de 2007 até novembro de 2008; e (v) Diretor Vice-Presidente de Transformação dos Negócios Globais da The AES Corporation de maio de 2006 até abril de 2007. Francisco Jose Morandi Lopez não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Franklin Lee Feder é graduado na Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas e obteve seu MBA pela IMD em Lausanne. Iniciou sua carreira profissional como consultor — Adela, Technomic, Booz, Allen & Hamilton — e depois serviu como líder de negócio através de uma relação de mais de vinte anos com a Alcoa, os últimos dez como CEO Regional para a America Latina e Caribe. Antes deste cargo, atuou como Diretor Financeiro para a região e, sediado em Nova Iorque, responsável pelo planejamento e análise financeira global da companhia. Atualmente é membro de Conselhos Consultivos ou de Administração de cinco organizações — Instituto Ethos, WRI Brasil (World Resources Institute) Brasil, Sitawi-Finanças para o Bem, Unigel S.A. e Companhia Brasileira de Alumínio-CBA. É casado com uma filha, cidadão norte-americano com residência permanente no Brasil há mais de cinquenta anos. Nos últimos 5 anos Franklin Feder não teve qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Julian Jose Nebreda Marquez é graduado em Direito pela Universidad Católica Andrés Bello, em Caracas/Venezuela (1998), com mestrado em Commom Law Studies e Securities and Financial Regulations pela Georgetown University Law Center nos Estados Unidos da América em 1990. Nos últimos cinco anos, exerceu a função de Presidente da unidade de negócios da Europa do grupo AES, sendo responsável pelos negócios na Bulgária, Jordânia, Cazaquistão, Holanda e Reino Unido. Além desta, também exerceu as seguintes funções: (i) Conselheiro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (organização financeira internacional), de julho de 1993 até abril de 1999; e (ii) Conselheiro de Administração da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. (companhia aberta cuja principal atividade é a atuação no setor de energia elétrica), de setembro de 2008 até abril de 2009. Julian Nebreda, nos últimos 5 anos, não esteve sujeito aos efeitos de qualquer condenação criminal, qualquer condenação ou aplicação de pena em processo administrativo perante a CVM e qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tivesse por efeito a suspensão ou a inabilitação para a prática de qualquer atividade profissional ou comercial.

Kleber Costa é engenheiro civil graduado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo em 1993 e possui MBA pela Universidade de Warwick (Inglaterra) em 1999. Atualmente é Vice-Presidente Comercial para América do Sul da The AES Corporation (desde 2018). Nos últimos 5 anos atuou também como Vice-Presidente Comercial para México, América Central e Caribe da The AES Corporation e trabalhou por 17 anos em bancos de investimento e empresas de grande porte nos Estados Unidos tais como Cinergy (atualmente parte da Duke Energy), Lehman Brothers, Citigroup, Deutsche Bank e Noble Group. Nos últimos 5 anos Kleber não esteve sujeito aos efeitos de qualquer condenação criminal, qualquer condenação ou aplicação de pena em processo administrativo perante a CVM e qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tivesse por efeito a suspensão ou a inabilitação para a prática de qualquer atividade profissional ou comercial.

Krista Sweigart é advogada formada pela Universidade de Direito da Pennsylvania em 1996 e MBA - Magna Cum Laude, English and Criminal Justice, pela Universidade de Delaware em 1993. Atualmente é Diretora de Suporte à Gestão de Operações Globais, Construção e Engenharia da The AES Corporation desde dezembro de 2014, foi conselheira de administração suplente da Companhia de janeiro de 2016 a maio de 2017, quando passou a assumir a função de conselheira de administração efetiva. Nos últimos cinco anos, além destas, exerceu as funções de: (i) Diretora de Suporte à Gestão de Operações Globais da The AES Corporation, de julho de 2013 a dezembro de 2014; (ii) advogada sênior da The AES Corporation de fevereiro de 2011 a julho de 2013; e (iii) advogada da The AES Corporation de novembro de 2006 a fevereiro de 2011. Krista não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Leonardo Moreno é Diretor Vice-Presidente de Estratégia Corporativa e Investimentos e Diretor Vice-Presidente de Riscos da AES Corporation (companhia aberta sediada nos EUA) desde Marco de 2017. É bacharel em Administração de Empresas pela Universidade Federal de Minas Gerais, com certificação executiva pela London Business School, Georgetown University e University of Virginia. Nos últimos cinco anos, além das posições já destacadas, exerceu entre 2015 e 2017 o cargo de Diretor Financeiro da unidade estratégica de negócios da AES na Europa, sendo responsável pelas atividades do grupo no referido continente e também na Ásia e Oriente Médio, e de Diretor de Fusões e Aquisições da The AES Corporation antes de 2015. Leonardo Moreno não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Marcelo Aicardi é Contador formado pela Universidad Nacional de Rosario (Argentina) em 1998 e participou de diversos programas de extensão em liderança, estratégia, finanças, governança corporativa e gerenciamento de riscos pela Universidade de Chicago, Booth School of Business, University of Virginia - Darden School of Business e Yale University. Atualmente é Diretor Financeiro (CFO) da The AES Corporation para a América do Sul desde abril/2018. Nos últimos 5 anos exerceu, além desta, a posição de Diretor Financeiro (CFO) da Empresa Generadora de Electricidad Haina S.A. (maior empresa de geração de energia da República Dominicana) de junho/2013 a dezembro/2017. Matthew Olive não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

María Paz Cerda Herreros é advogada graduada pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Chile em 1993 e é Master in Laws (LL.M.) pela London School of Economics and Political Science (Inglaterra) em 2003. Atualmente exerce a função de Vice-Presidente de Assuntos Jurídicos (General Counsel) da AES Gener S.A. (companhia chilena atuante no setor elétrico) desde agosto/2018. Nos últimos 5 anos exerceu também as seguintes posições: (i) Advogada no escritório Bofill Mir & Alvarez Jana de fevereiro/2015 a agosto/2018; (ii) Gerente geral da MPX Chile Holding Ltda. de junho/2013 a fevereiro/2015. Adicionalmente, é membro do conselho de administração da Corporación Educacional Alianza Francesa de Santiago – Chile. Maria não esteve sujeita aos efeitos de qualquer condenação criminal, qualquer condenação ou aplicação de pena em processo administrativo perante a CVM e qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tivesse por efeito a suspensão ou a inabilitação para a prática de qualquer atividade profissional ou comercial.

Matthew Olive é engenheiro civil formado pela Universidade de Illinoi s (Estados Unidos) em 1999 e possui MBA pela IESE Business School em Barcelona (Espanha) em 2005. Atualmente é Vice-Presidente de Desenvolvimento da The AES Corporation desde maio/2017. Nos últimos 5 anos exerceu, além desta, a função de Vice-Presidente de Desenvolvimento da Invenergy em Chicago (Estados Unidos). Matthew Olive não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial .

Ricardo Bull Silvarinho é advogado graduado pela Universidade Católica de Petrópolis em 1999 e possui MBA em Gestão pela Universidade Católica de Petrópolis. Ricardo assumiu a Vice-Presidência de Recursos Humanos da The AES Corporation para a América do Sul em abril 2018. Nos últimos 5 anos, além desta, exerceu as seguintes funções: (i) Diretor Executivo de Recursos Humanos do Grupo AES Brasil de 2010 a 2015; (ii) Diretor de Recursos Humanos da LATAM Airlines de 2015 a 2016; e (iii) Diretor Global de Talentos e Desenvolvimento da The AES Corporation de 2016 a 2018. Adicionalmente, Ricardo é Presidente do Comitê de Remuneração e Pessoas da AES Tietê Energia S.A. desde junho/2017. Ricardo Bull Silvarinho não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Roberto Oliveira de Lima é bacharel em administração pública graduado pela Fundação Getúlio Vargas, com especialização em administração de empresas com ênfase em administração contábil e financeira pela CEAG, pós-graduado em finanças e planejamento estratégico pelo Institut Superieur des Affaires, Jou em Josas – França e cursou Value Creation in na International Company na Universidade do Texas – Estados Unidos. Possui mais de 40 anos de experiência em funções executivas em empresas como Saint Globain, Rhodia, Accor, Citigroup, Vivo, Publicis e Natura. Adicionalmente, vem atuando em conselhos de administração desde a década de 1980 em empresas como Arcor Brasil, Edenred na França, Grupo Pão de Açúcar, Rodobens, Telefônica Brasil e Natura. Atualmente é membro do Conselho de Administração da RNI Negócios Imobiliários, da Narpers (empresa com sede na África do Sul) e Prosus (com sede na Holanda). Roberto não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Susan é Chief of Staff da The AES Corporation, multinacional atuante no setor elétrico com geração e distribuição de energia em 13 países. Nos últimos 5 anos exerceu a função de diretora de fusões e aquisições, liderando projetos de aquisição e desinvestimento na América do Norte, África, Ásia e América Latina. Liderou também a aquisição de projetos de energia renovável nos Estados Unidos da América e atuou no desinvestimento de cerca de 1GW em ativos pelo mundo. Iniciou sua carreira na The AES Corporation com desenvolvimento de projetos na África, trabalhando com financiamento no setor elétrico. Anteriormente atuou como analista em economia do Governo dos Estados Unidos. Susan possui MBA pela Universidade de Wharton, mestrado em energia, recursos naturais e meio ambiente pela Universidade John Hopkins e é bacharel pela Universidade de Yale. Não esteve sujeita aos efeitos de qualquer condenação criminal, qualquer condenação ou aplicação de pena em processo administrativo perante a CVM e qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tivesse por efeito a suspensão ou a inabilitação para a prática de qualquer atividade profissional ou comercial.

Fellipe Agostini Silva é tecnólogo em Logística graduado pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo - FATEC em 2012 com especialização em Gestão Empresarial e Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas - FGV em 2014 e 2016 respectivamente. É coordenador de Gestão e Processos da AES Tietê companhia aberta atuante no setor de energia desde julho de 2019. Nos últimos 5 anos além desta exerceu as seguintes funções: (i) Especialista em Processos e Gestão Orçamentária, companhia aberta atuante no setor energia desde janeiro/2019; (ii) Analista de Melhoria Contínua e Gestão Orçamentária Sênior, companhia aberta atuante no setor energia desde fevereiro/2017; e (iii) Analista de Melhoria Contínua Pleno, companhia aberta atuante no setor energia desde outubro/2014. É Master Black Belt e possui certificações em metodologias ágeis como CSPO (Certified Product Owner) e CSM (Certified Scrum Master). Fellipe Agostini Silva não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Vicente Javier Giorgio é engenheiro elétrico graduado pela Universidade Tecnológica Universal da Argentina e possui MBA pela Universidad del CEMA (Argentina). Atualmente exerce a função de Vice-Presidente de Operações da The AES Corporation para América do Sul desde abril/2019. Nos últimos 5 anos ocupou também as seguintes posições: (i) Presidente da The AES Corporation e Diretor Presidente (CEO) da AES Gener (companhia chilena atuante no setor elétrico com sede no Chile) de junho/2016 a abril/2019; (ii) Vice-Presidente de Operações The AES Corporation para Argentina, Chile e Colômbia desde outubro/2009. Vicente Javier Giorgio não esteve sujeito aos efeitos de qualquer condenação criminal, qualquer condenação ou aplicação de pena em processo administrativo perante a CVM e qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tivesse por efeito a suspensão ou a inabilitação para a prática de qualquer atividade profissional ou comercial.

 

A Companhia conta com um Conselho Fiscal que, de acordo com seu Estatuto Social, é composto por no mínimo três e no máximo cinco membros efetivos e seus respectivos suplentes. O Conselho Fiscal da Companhia é atualmente composto por cinco membros efetivos e respectivos suplentes, dos quais: dois efetivos e respectivos suplentes foram indicados pelo acionista controlador, um efetivo e respectivo suplente foi indicado pela BNDESPAR e dois efetivos e respectivos suplentes foram indicados pelos acionistas minoritários preferencialistas e ordinaristas da Companhia. Além de ter sua gestão administrativa fiscalizada pelo Conselho Fiscal, a AES Tietê Energia está preparada para suprir a The AES Corporation - sua controladora indireta norte-americana - com as informações exigidas pela Lei Sarbanes-Oxley.

Nome Cargo Data de Eleição Data de Posse Prazo de mandato Foi Eleito pelo Controlador
Alberto Irazê Ribeiro Conselheiro Suplente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO* de 2021 Sim
Luis Eduardo Frisoni Junior Conselheiro Efetivo 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO* de 2021 Não
Paulo Roberto Bellentani Brandão Conselheiro Efetivo 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO* de 2021 Não
João Henrique Ballstaedt Gasparino Conselheiro Suplente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO* de 2021 Não
Robert Juenemann Conselheiro Efetivo 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO* de 2021 Sim
Mário Shinzato Presidente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO* de 2021 Sim
Newton Akira Fukumitsu Conselheiro Suplente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO* de 2021 Sim
Raimundo Cláudio Batista Conselheiro Efetivo 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO* de 2021 Sim
Eraldo Soares Peçanha Conselheiro Suplente 31/07/2020 01/08/2020 Até AGO* de 2021 Sim

*AGO = Assembleia Geral Ordinária

Alberto Irazê Ribeiro é Economista, formado pela Universidade Federal do Paraná, contador, formado pela Fundação de Estudos Sociais do Paraná - FESP, bacharel em Direito, formado pela Faculdade Estácio de Curitiba e com Pós-graduação em auditoria operacional e tributária pela Universidade Federal do Mato Grosso. Atualmente é: (i) sócio diretor da Alberto I. Ribeiro - Consultoria Contábil EIRELI (prestadora de serviço de auditoria, consultoria contábil e econômica, avaliação de empresas, planejamento de organização, finanças, gestão empresarial e similares) desde de 2010; (ii) Perito Contador, (iii) membro do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa/Paraná –IBGC desde 2015; (iv) membro efetivo do conselho fiscal das Sociedades do Grupo Zugman (Agro Pastoril Novo Horizonte S/A, Laminados e Compensados Lavrasul S/A, Lavradora Racional de Madeiras Lavrama S/A, Brascomp Compensados do Brasil S/A, Esinco Imóveis S/A, Participações Rio Anapu Ltda, Itauba Comercial Exportadora Ltda, Transportes e Consignações Ize Ltda) desde 30/04/2011 até a presente data; (v) membro efetivo do Conselho de Administração do Grupo Noster (Grupo paranaense composto por diversas empresas – (revenda de veículos - COPAVA Veículos Ltda, empresas de transportes urbano e metropolitano - Auto Viação Santo Antônio Ltda e Auto Viação Santo Angelo Ltda, construtoras - Víncere Construções Ltda e Tanguá Construtora Ltda, usinas hidrelétricas/PCHs e empreendimentos diversos) desde 01/07/2013 até a presente data; (vi) Diretor Executivo (CEO) do Grupo SOPACO - Sociedade Paraná Comercial Ltda (grupo paranaense composto por 8 empresas operacionais nos ramos de fabricação de fósforos - Cia. de Fósforos Paraná S/A, revenda de veículos - Cia. Metropolitana de Automóveis Ltda, Le Lac Distribuidora de Veículos Ltda e Cia. Moto Agrícola Campo Real, reflorestamento - Sociedade Paranaense Reflorestadora Ltda, Sopagro Agroflorestal Ltda e Rio D' Areia Agroflorestal Ltda.; (vi) membro do Conselho Fiscal da Companhia e da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. (companhia aberta atuante no setor elétrico) desde abril de 2017. Nos últimos 5 anos, Raimundo Cláudio Batista, não esteve sujeito aos efeitos de qualquer condenação criminal, qualquer condenação ou aplicação de pena em processo administrativo perante a CVM e qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tivesse por efeito a suspensão ou a inabilitação para a prática de qualquer atividade profissional ou comercial.

Luis Eduardo Frisoni Jr é administrador de empresas e contador graduado pela EAESP/FGV em 1978 e pela Faculdade Paulo Eiró em 1980. É consultor empresarial independente e agente de governança corporativa atuando principalmente como membro de Conselhos Fiscais. Nos últimos 5 anos além desta exerceu as seguintes funções: (i) Presidente de Conselho Fiscal da Brasiliana Participações S.A. (companhia aberta que tem como objeto a geração e prestação de serviços no setor de energia), de 2018 a 2019) (ii) Membro do Comitê de Auditoria da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. (companhia aberta atuante no setor de distribuição de energia) de agosto a dezembro de 2017; (iii) Presidente de Conselho Fiscal da AES Tietê Energia S.A. (companhia aberta atuante no setor de geração de energia) de 2017 a 2018; (iv) membro do Conselho Fiscal da Eletropaulo Metropolitana Eletrcidade de São Paulo S.A. de 2014 a 2016. De 1988 a 2010 foi sócio da PricewaterhouseCoopers, tendo exercido cargos de direção e coordenação no âmbito nacional e internacional. Luis Eduardo Frisoni Jr. não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Advogado societário – atuado com investidores não residentes e residentes, representando, (Proxy Voting) esses investidores em assembleias gerais de companhia listadas na Bovespa, Fundos de Investimentos, CRIs – Certificados de Recebíveis Imobiliários, CRAs – Certificado de Recebíveis Agrônomos. Suporte aos investimentos nos processos de eleições de Conselheiros Fiscais e de Administração conforme instruções de votos recebidas. Manutenção junto às companhias na operacionalização dos novos Boletins de Votos á Distância, de acordo com a instrução CVM n° 561 de 07 de abril de 2015, que alterou a instrução CVM n° 480 de 7 de dezembro de 2009 e instrução CVM n° 481 de dezembro de 2009. Graduado em Direito pela Universidade Paulista, conclusão 2007. Curso Mercados de Capitais GV Law, conclusão 2012. PósGraduação GV Law em Estruturas e Operações Empresariais. Não possui qualquer condenação criminal ou em processo administrativo da CVM e/ou qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de atividade profissional ou comercial qualquer, e declara que não é considerado pessoa politicamente exposta, nos termos da Instrução CVM nº 301, de 16 de abril de 1999, conforme alterada.
João Henrique Ballstaedt Gasparino é bachareol em Direito pela Faculdade de Ciências Sociais de Florianópolis – FCSF – CESUSC, pós-graduado em Direito Tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários - IBET e cursa LLM em Direito Tributário e Contabilidade Tributária com previsão de conclusão em 2019, IBGC – Conselho Fiscal na Prática, com experiência profissional no escritório de advocacia Gasparino, Roman, Sachet, Barros & Marchiori Sociedade de Advogados (2012 – presente) Como sócio responsável pela base do escritório localizada no Rio de Janeiro com atuaão focada na área tributária (assessoria, consultoria e contencioso), estagiário nas Centrais Elétricas de Santa Catarina – CELESC (2007 – 2009) com atuação exclusivamente na área tributária, conciliar voluntário no Juizado Especial Criminal de Florianópolis-SC (06/2006 a 12/2006), como também exerce as atividades de palestrante em Seminário Anual de Temas Tributários e Fiscais da Oi (2016-2017) e na Reunião da Associação Brasileira de Estudos Tributários e Fiscais das Empresas de Telecomunicação – ABETEL. João não possui qualquer condenação criminal ou em processo administrativo da CVM e/ou qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de atividade profissional ou comercial qualquer, e declara que não é considerado pessoa politicamente exposta, nos termos da Instrução CVM nº 301, de 16 de abril de 1999, conforme alterada.

Robert Juenemann é advogado, graduado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUC-RS, com especialização em Direito Processual Civil pela mesma universidade, pós-graduação em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing – ESPM. Nos últimos cinco anos, além de atuar como advogado na Juenemann Advocacia Empresarial e Familiar SS, exerceu as seguintes funções: (i) conselheiro de administração do IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa – em seu terceiro e último mandato consecutivo, em um deles sendo coordenador do Comitê de Pessoas e, no atual, membro do Comitê de Auditoria; (ii) membro do Conselho Internacional de Práticas Éticas para a Profissão Contábil e de Auditoria (IESBA), órgão da Federação Internacional dos Contadores e Auditores (IFAC), de 2016 a 2020; (iii) conselheiro fiscal da JBS por indicação do BNDES – 2018; (iv) conselheiro fiscal da Vale – 2017; (v) conselheiro fiscal titular da Eletrobras por três mandatos – 2013 a 2016; (vi) conselheiro fiscal titular da Eternit – 2015; (vii) conselheiro fiscal titular da CELESC – 2013. Adicionalmente é sócio fundador da Juenemann Advocacia Empresarial e Familiar, com atuação nas áreas de direito empresarial, tributário, família, relações do trabalho e governança corporativa, além de especial atenção às empresas familiares, é mediador de conflitos certificado pelo CEDR – Center for Effective Dispute Resolution – Londres, Inglaterra e conselheiro de administração certificado pelo IBGC, na modalidade prova, em março de 2016, tendo sido renovada a certificação em março de 2018. Não possui qualquer condenação criminal ou em processo administrativo da CVM e/ou qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de atividade profissional ou comercial qualquer, e declara que não é considerado pessoa politicamente exposta, nos termos da Instrução CVM nº 301, de 16 de abril de 1999, conforme alterada.

Mário Shinzato é conselheiro fiscal efetivo da Companhia desde janeiro de 2016 e da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. (companhia aberta atuante no setor elétrico) desde abril/2017, exerceu a função de gerente BRGAAP/ Gerente de Projeto do grupo AES Brasil de janeiro de 2008 a julho de 2015. Mário Shinzato não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Newton Akira Fukumitsu, além de membro suplente do Conselho Fiscal da Companhia desde janeiro de 2016 e da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. (companhia aberta atuante no setor elétrico) desde abril de 2017, é Gerente de Soluções Compartilhadas da Arteris S.A., desde agosto de 2014. Nos últimos anos, além desta, exerceu a função de: (i) Gerente de Contabilidade Gerencial da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. e como contador responsável de outras empresas do mesmo grupo econômico, de agosto de 2006 a julho de 2014; (ii) Gerente de Contabilidade da Elektro – Serviços de Eletricidade S.A., de junho de 1998 a junho de 2006; (iii) Conselheiro Fiscal titular da Fundação CESP de março de 2007 a julho de 2014; (iv) Conselheiro Fiscal titular da Fundação do Patrimônio Histórico da Energia e Saneamento de janeiro de 2001 a junho de 2006; e (v) Representante suplente da Elektro Eletricidade e Serviços S.A. no Comitê de Investimento da Fundação CESP de janeiro de 2003 a dezembro de 2005. Newton Fukumitsu não tem qualquer condenação criminal, qualquer condenação em processo administrativo da CVM, nem qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tenha suspendido ou inabilitado a prática de atividade profissional ou comercial.

Raimundo Cláudio Batista é bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Minas Gerais e MBA em Controladoria pela Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeira (FIPECAFI). Atualmente é: (i) sócio da Domingues Sociedade de Contadores desde 2015 e também da B.TAX Consultoria Fiscal Financeira desde 2012; e (ii) associado do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa – IBGC, seção Paraná, desde 2016; (iii) associado e membro do Conselho Fiscal do IBEF – Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças, para a gestão 2017 e 2018; (iv) membro efetivo do Conselho Fiscal da Companhia desde abril de 2017; e (v) membro do Conselho Fiscal da Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. (companhia aberta atuante no setor elétrico) desde abril de 2017 . Foi sócio de consultoria tributária da Deloitte Touche Tohmatsu (auditoria e consultoria) de 2002 a 2012. Anteriormente sócio de consultoria tributária da Arthur Andersen. Nos últimos 5 anos, Raimundo Cláudio Batista, não esteve sujeito aos efeitos de qualquer condenação criminal, qualquer condenação ou aplicação de pena em processo administrativo perante a CVM e qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que tivesse por efeito a suspensão ou a inabilitação para a prática de qualquer atividade profissional ou comercial.

Eraldo Soares Peçanha é contador e administrador de empresas formado pela Universidade Cândido Mendes do Rio de Janeiro e atua como consultor nas áreas de governança corporativa, controladoria, processos e sistemas contábeis e financeiros. Nos últimos 5 anos atuou como membro efetivo do Conselho Fiscal na CADAM e Suzano (2017), suplente na CCR, Tupy e Ouro Fino Saúde Animal. Adicionalmente, atuou como conselheiro fiscal efetivo na JBS, Net, Vale, Net Serviços de Comunicação e Ideiasnet (companhias abertas) e Ferrovia Centro Atlântica, Itá Energética e Officer Distribuidora Prod. Tecnologia (companhias fechadas), bem como nas entidades de previdência privada fechada das empresas onde trabalhou. Não possui qualquer condenação criminal ou em processo administrativo da CVM e/ou qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de atividade profissional ou comercial qualquer, e declara que não é considerado pessoa politicamente exposta, nos termos da Instrução CVM nº 301, de 16 de abril de 1999, conforme alterada.

A Diretoria Executiva é composta por sete membros, incluindo o presidente. Os membros da Diretoria Executiva desempenharão suas funções de acordo com o objeto social da Companhia, conduzindo normalmente os negócios e operações com estrita observância das disposições do Estatuto Social, das decisões das Assembleias Gerais de Acionistas e do Conselho de Administração.

Nome Cargo Data de Eleição Data de Posse Prazo de mandato Foi eleito pelo controlador
Clarissa Della Nina Sadock Accorsi Diretora Vice-Presidente e de Relações com Investidores 06/12/2018 17/12/2018 17/12/2021 Sim
Ítalo Tadeu de Carvalho Freitas Filho Diretor Presidente 06/12/2018 17/12/2018 17/12/2021 Sim

Clarissa Della Nina Sadock Accorsi é Diretora Vice-Presidente e de Relações com Investidores da Companhia desde 2017. É graduada em Economia pela Faculdade Cândido Mendes, possui MBA em Finanças pela COPPEAD/UFRJ e curso de extensão em Finanças pela Darden School of Business – University of Virginia (EUA). Nos últimos cinco anos ocupou, além das funções já citadas, a posição de (i) Diretora de Planejamento Financeiro e Estratégico da (a) Companhia; (b) AES Eletropaulo; (c) AES Sul; e (d) AES Uruguaiana Empreendimentos S.A., de junho de 2015 a outubro de 2017; e de (ii) Diretora de Tesouraria e Relações com Investidores da (a) Eletropaulo; (b) Companhia; (c) AES Sul Distribuidora Gaúcha de Energia S.A.; e (d) AES Uruguaiana Empreendimentos S.A., de agosto de 2008 a junho de 2015; e de (iii) membro suplente do Conselho de Administração da Companhia e da AES Elpa. Não possui qualquer condenação criminal ou em processo administrativo da CVM e/ou qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de atividade profissional ou comercial qualquer, e declara que não é considerado pessoa politicamente exposta, nos termos da Instrução CVM nº 301, de 16 de abril de 1999, conforme alterada.

Italo Tadeu de Carvalho Freitas Filho é Diretor Presidente da Companhia desde 01 de abril de 2016. É bacharel em engenharia mecânica pela Universidade de Pernambuco- Escola Politécnica, com mestrado em Engenharia Civil, com ênfase em Energia e Meio Ambiente pela Universidade de Campinas - UNICAMP e MBA em finanças pela Universidade Católica de Murcia- Espanha. Nos últimos cinco anos, além destas, exerceu as seguintes funções: (i) Diretor Vice-Presidente de Operações da Geração e Serviços Compartilhados da AES Brasil de dezembro de 2014 a fevereiro de 2016; (ii) Diretor Geral de Geração da AES Brasil de maio de 2013 a dezembro de 2014; e (iii) Diretor de manutenção e operações Geração Brasil de agosto de 2007 a maio de 2013. Não possui qualquer condenação criminal ou em processo administrativo da CVM e/ou qualquer condenação transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que o tenha suspendido ou inabilitado para a prática de atividade profissional ou comercial qualquer, e declara que não é considerado pessoa politicamente exposta, nos termos da Instrução CVM nº 301, de 16 de abril de 1999, conforme alterada.

Em Julho de 2017 o Conselho de Administração da Companhia constituiu o Comitê de Remuneração de Pessoas para assessoramento em assuntos relacionados à remuneração dos administradores, metas e plano de sucessão do Diretor Presidente, identificação e avaliação de pessoas aptas a se tornarem membros da Diretoria Executiva, dentre outras competências. O Comitê deve ser composto por 3 membros, dentre eles um conselheiro independente e um especialista em Recursos Humanos.

Em Julho de 2017 o Conselho de Administração da Companhia constituiu o Comitê de Remuneração de Pessoas para assessoramento em assuntos relacionados à remuneração dos administradores, metas e plano de sucessão do Diretor Presidente, identificação e avaliação de pessoas aptas a se tornarem membros da Diretoria Executiva, dentre outras competências. O Comitê deve ser composto por 3 membros, dentre eles um conselheiro independente e um especialista em Recursos Humanos.

Nome Cargo
Ricardo Bull Silvarinho Membro - Especialista em recursos humanos
Franklin Lee Feder Membro - Conselheiro Independente
Alberto de Miranda Santos Membro - Especialista em recursos humanos

O Comitê de Sustentabilidade tem a missão de assessorar o Conselho de Administração na integração da sustentabilidade ao processo de gestão da companhia. O órgão propõe a estratégia e metas e também acompanha a execução das iniciativas da companhia, considerando os impactos positivos e negativos nas dimensões social, econômica e ambiental.

Nome Cargo
Italo Tadeu Carvalho Freitas Filho Presidente do Comitê
Adriana Roccaro Membro
Anderson de Oliveira Membro
Franklin Lee Feder Membro
José Antonio Martins Membro
Julian Jose Nebreda Marques Membro
Ricardo Voltolini Membro
Rodrigo de Brito Porto Membro
Rodrigo Sanchez D'Elia Membro
Rogério Pereira Jorge Membro

O Comitê de Riscos é responsável por assessorar a Diretoria e tem como principais responsabilidades: (i) validação dos modelos de gestão de riscos, portfólio de riscos e avaliações de riscos relevantes; (ii) priorização recursos para assegurar adequada resposta aos riscos do Grupo AES; (iii) aprovação das metas eações para tratamento e mitigação dos riscos; (iv) reporte de riscos ao Conselho de Administração e Fiscal; e (v) Traçar limites de riscos de acordo com o apetite a risco do Grupo.

Nome Cargo
Camila Abel Correia da Silva Membro
logo tiet3 logo tiet

Copyright 2020 AES Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido: RIWEB